Atenção: Esta loja está em Implantação. Nenhum pedido deverá ser considerado. Itens expostos são apenas testes. Aguarde e volte em breve!
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

28/09/2018

Mercado de artesanato movimenta R$ 50 bilhões por ano no Brasil

Nos últimos 20 anos, com o crescimento da economia criativa, o artesanato brasileiro se fortaleceu. O mercado movimenta R$ 50 bilhões por ano e sustenta 10 milhões de pessoas.

Em São Paulo, Angela Herrero e Helenildo Laurentino Bezerra vendem artesanato na Avenida Paulista. “Eu fui demitida e ficou difícil. Como eu já tinha essa técnica desde os 11 anos eu tentei e é o que me sustenta hoje em dia”, conta Angela. “Trabalho o dia todo, chega do mercado e vai pra máquina costurar. Hoje, em casa, minha mulher está costurando para cumprir com prazo da entrega”, diz Helenildo.

Há nove anos, a Oscar Freire, uma rua badalada da capital paulista, é o endereço de um mercadinho de produtos artesanais. O espaço funciona com estandes fixos e rotativos. “A ideia maior é o rotativo, para proporcionar oportunidade para todos. Se fosse fixo, seriam sempre os mesmos e não teriam oportunidade. A gente quer dar oportunidade pra novos talentos”, afirma Camilo Sabbagh, dono do espaço.

“Existe uma busca maior por isso, por produtos que tem mais identidade. Por esse ponto é bom estar aqui”, diz a artesã Márcia Maranhão, que está no espaço.

Todas as peças são autorais, como as semijoias feitas com crochê de fios de cobre, ouro e prata e as que usam pedras brutas amarradas. “Tudo se tornou industrial hoje em dia e a gente optou por pegar as peças e fazer trabalho manual e exclusivo”, conta a artesã Fabiana Caterina. “Este é o maior desafio: competir com peças que vêm prontas e têm custo menor, porque são feitas rapidamente. As nossas dependem de tempo grande, que encarece e fica difícil essa competição”, completa a artesã Gisele Pietrocola.